Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Semana de Ciência e Tecnologia do Semiárido Potiguar

Núcleo de Audiovisual divulga projetos aprovados para Festival de Curtas

Extensão 8 de setembro de 2016. Visualizações: 264. Última modificação: 08/09/2016 18:36:34
Dona Terezinha, marisqueira de Porto do Mangue/RN - tema do documentário Mulheres da Lama / Foto cedida

Dona Terezinha, marisqueira de Porto do Mangue/RN – tema do documentário Mulheres da Lama / Foto cedida

O Núcleo de Audiovisual da Ufersa divulgou nesta quinta, 08, os projetos aprovados para concorrer ao I Festival de Curtas da Universidade que será realizado em outubro durante a Semana de Ciência e Tecnologia do Semiárido Potiguar.

Foram selecionados 5 projetos que falam sobre o tema “Ciência Alimentando o Brasil”. Agora todos os responsáveis vão se reunir com o Núcleo para receber instruções sobre como fazer o documentário e outras noções de vídeo. Os projetos aprovados terão até o dia 30 de setembro para entregar o material já pronto.

O I Festival Curtas Ciência do Semiárido é um festival do tipo competitivo e informativo com o objetivo de promover e suscitar reflexões sobre o tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2016. Serão exibidos uma seleção de documentários realizados em 2016 e que não tenham participado de processos seletivos de outros festivais.

A ideia com o Festival é estimular a produção audiovisual no interior da Ufersa, estimulando, principalmente, a produção de documentários. A Universidade já se destacou em Festivais Regionais e Nacionais com apresentações que retratam a vida de homens e mulheres do campo. O documentário “Mulheres da Lama” é um exemplo dessas produções que vão levando o nome da Ufersa para outros estados e até países também nessa área do audiovisual.

Confira os projetos aprovados para o I Festival de Curtas:

PROJETO 1

TÍTULO DO DOCUMENTÁRIO

Estratégias de convivência com o semiárido

STORYLINE                    

Mostrar formas de conviver com o semiárido através do resgate da cultura no Spítio do Goes Apodi RN.

SINOPSE

Mostrar formas de conviver com o semiárido através do resgate de culturas no Sítio do Goes Apodi RN. Através das narrativas dos criadores que alimentam suas famílias através da produção leiteira caprino, fazendo o uso da macambira como alternativa de alimentação do seu rebanho no longo período de estiagem.

ESTRUTURA FÍSICA DA PRODUÇÃO

Sem no momento (dependendo de empréstimo de material para produção)

LISTAGEM DA EQUIPE DO PROJETO

Michelly Katiuce de Morais Brilhante e Raíssia Ronimeire Torres Brilhante

 

PROJETO 2

TÍTULO DO DOCUMENTÁRIO

Me-Lão

STORYLINE

Café-da-manhã de uma família de agricultores contendo uma única commoditie.        

SINOPSE

Através de elementos conceituais busca-se questionar o sistema de produção alimentar que estamos inseridos.

ESTRUTURA FÍSICA DA PRODUÇÃO

Um microfone, uma câmera DSRL D7000.
Locação: cidade de Apodi-RN na casa de agricultores familiares.

LISTAGEM DA EQUIPE DO PROJETO

André Victor Sales Passos

Matheus Martins Mendes

Jackson Angel Alves e Silva

Agricultores e agricultoras familiares

 

PROJETO 3

TÍTULO DO DOCUMENTÁRIO

Memórias Vivas de Elizabete Teixeira, a Mulher marcada para viver.

STORYLINE                    

É registrar parte da memória de uma mulher, militante de lutas camponesas. Elizabet Teixeira, que pagou caro ao fazer a opção pela defesa da luta camponesa.

SINOPSE

Elizabete Teixeira, é a Viúva de João Pedro Teixeira, morto por pistoleiros nos anos 60 do século passado, o mesmo foi fundador das ligas camponesas na Paraíba, Sede em Sapé/PB. Após o assassinato de seu esposo, a viúva assumiu a direção politica da luta. Depois de varias prisões, perca de entes queridos, veio morar em São Rafael/RN, exerceu várias atividades para sobreviver: lavou roupa, fez diárias em algumas casas, foi professora dando aula de reforço (matemática). Em 1981 retornou para o Estado da Paraíba, hoje mora em João Pessoa com a filha Anatilde, esse ano fez aniversário e celebrou 92 anos.

ESTRUTURA FÍSICA DA PRODUÇÃO

Está acontecendo em João Pessoa/PB, nos municípios Potiguares Mossoró (na Maísa), em São Rafael, Assú e Jucurutu é gravado em luz natural, com uma câmera simples

LISTAGEM DA EQUIPE DO PROJETO

Francisco Flávio Felipe de Souza

 

PROJETO 4

TÍTULO DO DOCUMENTÁRIO

Nova vida

STORYLINE

Produção de remédios caseiros na perspectiva da ciência fitoterápica, plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças. Desenvolvida no Projeto de Assentamento – PA. Nova Vida – Upanema RN. De acordo a proposta da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016: Ciência alimentando o Brasil. o documentário abordará a temática.

SINOPSE

Dona Maria de Fátima, 45 anos, mora no PA Nova Vida Município de Upanema, agricultora, começou a desenvolver o trabalho com plantas medicinais a partir do incentivo do padre Pedro Neffs, que ofereceu um momento de capacitação para as mulheres do assentamento no ano 2.000. Dona Maria, ainda hoje, é a única mulher do PA, que buscou se especializar através de cursos e treinamentos. E um dos últimos workshop, foi em Olinda Pernambuco. aprendeu a desenvolver de forma mais séria o trabalho. Atualmente, sua produção é feita de forma artesanal em sua própria residência, assim como o cultivo das plantas medicinais no seu quintal e mata nativa do semiárido. Hoje a fitoterapia, é uma das fontes de renda da família. O documentário irá apresentar narrativas a partir dos sujeitos envolvidos nesse processo, evidenciando suas vivências e práticas de produção e cultivo de plantas medicinais e fitoterápicas.

ESTRUTURA FÍSICA DA PRODUÇÃO

A tomada de gravações acontecerá na casa e no quintal de dona Maria de Fátima, e em condições de iluminação natural no PA Nova Vida, zona de Upanema. RN.

LISTAGEM DA EQUIPE DO PROJETO

Talita Marques Sena, Ana Paula Campos Farias, Tassiana Marques Sena, Daliane Cristina Fernandes, Isla Maiara Ribeiro Oliveira.

 

PROJETO 5

TÍTULO DO DOCUMENTÁRIO

O Guardião de Sementes

STORYLINE

O guardião de sementes Antônio Rodre conhecido como senhor Golinha nos mostra sua paixão pelas sementes que vem a três gerações.igu

SINOPSE

O documentário “O guardião de sementes” nos apresenta a história do Senhor Antônio Rodrigues do Rosário , 59 anos, morador no Projeto de Assentamento Tabuleiro Grande localizado no município de Apodi/RN Oeste Potiguar, conhecido como Golinha, começou sua vida na agricultura familiar nos anos 1967 quando decidiu abandonar a escola e dedicar-se ao quintal da casa para dar continuidade a tradição que já vinha de seu bisavô, para o avô, pai e hoje está dando continuidade a preservação das sementes crioulas e nativas de sua região.

ESTRUTURA FÍSICA DA PRODUÇÃO

Sem estrutura física para a produção “dependendo de empréstimo do material necessário”.

LISTAGEM DA EQUIPE DO PROJETO

Raíssia Ronimeire Torres Brilhante
Michelly Katiuce de Morais Brilhante.